• Bruno Galante

Saiba como ter passagens aéreas com 80% de desconto

Em 2018, consegui ir para os Estados Unidos com 80% de desconto para o acompanhante, voando LATAM.


Você deve estar pensando: "como assim, para acompanhante?". Sim, o desconto não vale para as pessoas com deficiência. Vou explicar: é muito melhor para as companhias aéreas concederem desconto para a pessoa que irá te acompanhar na viagem do que designar um funcionário para ficar ao seu lado em todo o processo do voo (check-in, segurança, imigração, setor de bagagem etc.).


Além disto, é sempre muito melhor viajar com alguém de confiança, né? De levar uma pessoa que possamos nos divertir durante toda a viagem.


Desconto para acompanhante?


"Mas, Bruno, o desconto não seria para te ajudar em vez de ter alguém fazendo companhia?". Sim, mas explico: sendo uma pessoa surda, eu sempre fico tenso quando passo pela área de segurança e da imigração no aeroporto. De não entender o que estão falando, de não ser compreendido pela meu sotaque ou a autoridade duvidar nos meus aparelhos de implante coclear.


E ainda tem o risco de perder o avião, mesmo estando em frente ao portão de embarque certo como mostraria na tela de situação dos voos e o avião estar no outro portão, lá no outro lado do aeroporto. Isso já aconteceu comigo: estranhei que não havia nada, tomei coragem de perguntar para a comissária e ela me informou que o portão de embarque havia mudado.


E ainda tem os anúncios do alto falante. Nesta forma, eu me sinto mais confortável em levar uma pessoa que já me conhece e que pode me apoiar nestas situações.


Atenção: o desconto é para todos


Qualquer pessoa com deficiência - seja física, sensorial e cognitiva - pode e deve valer do benefício da passagem com desconto para o acompanhante.


Eu, pessoalmente, acredito que isso abre mais as oportunidades de as pessoas conhecerem vários lugares - seja a turismo ou a negócio - e de se sentirem cada vez mais inclusos neste mundo tão diverso. Ainda vejo, principalmente, pais de filhos com deficiência sentirem várias barreiras para viajar em termos de acessibilidade e da finanças. A gente tem várias despesas como: remédios, aparelhos, equipamentos, consultas médicas etc. e esse benefício chegou para ajudar.


Como obter desconto de 80% com a Medif da LATAM?


Agora vou contar como consegui os 80% de desconto para o acompanhante, uma dica valiosa que descobri acessando os Melhores Destinos.


Há duas documentações: Medif e Fremec.

- Medif: é um formulário que atesta que a pessoa com deficiência tem aptidão para viajar uma vez e é preenchido por você e pelo médico, junto com o relatório médico.

- Fremec: é um documento para pessoas com deficiência que costumam viajar com mais frequência e tem a validade de um ano. Assim como o Medif, o formulário precisa ser preenchido por você e pelo médico, com o relatório médico para obter o documento.


Somente três companhias aéreas trabalham com as duas documentações: LATAM, Gol e Azul. Tanto o Medif quanto o Fremec pode ser usado para viagens nacionais e internacionais, em todas as classes - primeira classe, executiva e econômica. Todas as companhias mencionadas possuem ótimas rotas para quase todo o mundo e para o Brasil.


Eu ainda não tive a oportunidade de ter o Fremec. Portanto, vou contar, em passo a passo, como foi a minha experiência de adquirir o desconto através do Medif.


  1. Acessei a página dos passageiros com necessidades especiais da LATAM e imprimi o formulário da Medif.

  2. Algumas partes do formulário eu preenchi e outras partes foi o meu médico que preencheu, assinou e carimbou, além de me entregar o relatório médico também com a assinatura e o carimbo.

  3. Comprei a passagem para mim, em meu nome, com o valor integral.

  4. Mandei as informações e as documentações para a página de Formulário de Contato - LATAM.

  5. Não demorou muito para retornarem - cerca de dois dias, já com a aprovação e o telefone para efetuar a compra da passagem para o acompanhante. No mesmo dia, ligamos e fizemos a aquisição para o meu namorado.

  6. Passagens compradas, era só fazer a contagem regressiva! rs.

Foi um processo fácil, além de trazer alívio para os nossos bolsos.


Vale realmente a pena?


Quando eu fui para Miami, em maio de 2018, a minha passagem de ida e volta custou R$ 2.203,91 com taxas e a do meu namorado pagou R$ 707,29 com taxas. Uma diferença gritante, né?


Lembrando que o acompanhante não precisa ser necessariamente seu namorado, sua namorada, pai, mãe, irmão... Vale até para enfermeiro, cuidador e até mesmo o seu melhor amigo. =)


Nem preciso falar que valeu muito a pena, né? Uma economia e a tranquilidade de ter o apoio indo com você para qualquer lugar.


Pretendo aproveitar muito mais o desconto. Assim que a pandemia acabar, vou solicitar o Fremec de alguma companhia áerea e volto para contar como foi a experiência.


Gostou do post? Já chegou a utilizar o benefício? Me conte abaixo no comentário!

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo