O que saber antes de ir para Phuket e Phi Phi

Vou finalizar a série de viagem para a Tailândia com o post sobre Phuket e as ilhas de Phi Phi.

Aproveite e veja os posts sobre Bangkok aqui e sobre Chiang Mai aqui.

SOBRE PHUKET…

Phuket fica na região sul da Tailândia, no Mar de Andaman e é a maior ilha da região. Uma das principais portas de entrada para o paraíso, há um aeroporto internacional que conecta diversas cidades da Ásia, Europa e Oceania. Conta com uma vida noturna agitada e praias com infraestruturas completa para turistas.

– Patong Beach: é a praia mais popular e urbanizada de Phuket. Conta com hotéis e resorts, além de bares, restaurantes e baladas que agitam a vida noturna. É uma área intensamente voltada ao turismo, portanto, não espere ver beleza natural. Porém, você poderá alugar barcos, fechar passeios para as ilhas, fazer massagens, passear de caiaque ou curtir a praia. Pelas fotos que eu vi, lembra Guarujá e Praia Grande.

– Bangla Road: é parecido com Khao San Road, mas aqui o turismo sexual predomina. É uma rua repleta de bares e boates de pole dancing.

– Praias de Phuket: há diversas praias fora a Patong Beach, tais como: Kamala Beach, Karon Beach, Kata Beach, Kata Noi Beach, entre outras, mas mais vazias e com infra estrutura limitada.

SOBRE AS ILHAS PHI PHI…

Já Phi Phi é um arquipélago composto por seis ilhas: Phi Phi Don, Phi Phi Leh, Mai Phai, Yung, Nok e Nai e pertence à província de Krabi.

– Phi Phi Don: é a única ilha do arquipélago que é habitada. Há diversos hotéis, hostéis, restaurantes, bares e agências de viagem.

– Maya Bay: o cartão postal mais famoso da Tailândia. Fica na ilha de Phi Phi Leh e, com o filme A Praia (2000), o local ficou (e ainda é) famoso mundialmente. A praia não é habitada, possui proteção ambiental e não conta com infra-estrutura, porém é possível dormir no local por uma noite sem luxo, mas que parece ser divertido. E ainda aproveita o amanhecer do sol e de tirar muitas fotos com a praia vazia.

Tem muitas ilhas, praias e pontos a conhecer: James Bond Island, Monkey Island, Viking Cave, Hong Island, Chicken Island, Moskito Island

 

Existem várias formas de chegar aos pontos turísticos: ferry, longtail e speedboat. Pode ser privado ou coletivo. Tudo depende da sua disponibilidade e do seu orçamento.

Há somente três locais em que você pode usar como cidade base: Phuket, Phi Phi Don e Krabi.

E ainda há as praias de Krabi: Railay Beach, Phranang Cave Beach e Ao Nang.

Esse foi o mais post mais difícil de saber quais seriam os melhores lugares para conhecer. Li cada relato, cada texto na Internet e posso concluir que se trata da sorte: estar no lugar certo na hora certa.

Já li cada coisa!
– Choveu a viagem inteira.
– No ferry coletivo, não havia suco/frutas.
– Inclui equipamento de snorkel, mas paga pelo pé de pato e ainda mostra os pés machucados ao pisar em ouriço e pedras no mar (!).
– O clima é o rei da Tailândia: ele é que manda. Pode ser que chova, pode ser que a maré esteja baixa impossibilitando o acesso a tal lugar ou pode ser que faça um puta sol e tudo seja maravilhoso. Não tem como prever 100% de exatidão.
– Phuket é melhor que Krabi. Krabi é melhor que Phi Phi Don. Phi Phi Don é melhor que Phuket. Krabi é melhor que Phuket. Phi Phi Don é melhor que Phuket. Hahaha! Cada hora, um sugere um local para pernoitar!

Como já decidimos que ficaremos em Karon Beach, em Phuket, só posso dizer uma coisa: que a sorte nos acompanhe nesta viagem! rs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *